onkeydown='return validateKey(event)'> onkeydown='return validateKey(event)'> expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Metamorfose





















Esgar de ordem definitiva.
Queda para a escuridão de
lago sem lua e sem estrelas.
Água infamante salobra,
de amargor eterno.
Para o caminhar no brilho de estrela fugaz da manhã¹,
que caíra com a chave em suas mãos
manchadas de sangue
no poço do abismo.
Absinto.

Cedro disforme
:
ramos secos,
ramagem rala,
sem aves nem sombras.

Descoberta.


Transformação kafkiana
² :
desconfiança, desonra, medo, inveja,
suor de lágrimas de não-ser.

Monstruosidade rastejante

no alimento do dia seguinte,
deixado que fora no deserto.

Ser ou não ser – Hamlet?
³

Animal que se comove com a

Metamorfose da criação e
Se depara com a clausura da vida.

As folhas caem no jardim de Deus.


Necessário o
fiat lux 4 .
Conserto para um Concerto?
Concerto para um Conserto...
Sinfonia 42 de Mozart?! 5


Cordeiro imaculado.

Imolado.
Triunfante.
Resplandecente
Estrela da manhã 6.
Lume da razão.
Definitiva neve na alma.
Para o caminhar em ruas de ouro,
em meio aos cantos celestiais.
Para sempre.

Alfa e Ômega.


Juscelino V. Mendes

1.Alusão a Satanás, inimigo de Deus e dos seres humanos (Isaías 14:12,13).
2.Alusão ao romance de Franz Kafka, “Metamorfose”.
3.Alusão à famosa frase do personagem de Shakespeare.
4.Faça-se luz, ou haja luz.
5.Sinfonia N.42 em fá maior K.75
6.Alusão a Jesus Cristo, o cordeiro de Deus (Apocalipse 22:16).

A partir da Metamorfose de Kafka, o poema tenta revelar a situação do ser humano, demasiadamente humano, ainda que no caminho inverso ao delineado por Nietzsche. Seríamos todos Gregor Samsa? Nabokov, magistralmente, descreveu-nos a propósito de "Metamorfose". A Bíblia, o fez completa e perfeitamente.
Fotografia: http://farm4.static.flickr.com/3230/2785073229_c2911313cf.jpg



video

Um comentário:

Graça Graúna disse...

Parece estranho pensar a modernidade em Kafka sem recorrer à Bíblia. Na verdade (poucos se dão conta, como você fez no seu poema Metamorfose)que a Bíblica é ainda um marco de referência. Parabéns pelo poema.