onkeydown='return validateKey(event)'> onkeydown='return validateKey(event)'> expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

sábado, 21 de janeiro de 2012

AO SOM DO REGGAE



















No espaço
depois da escrita
ficou o som de Tosh: 
NothingBut Love, 
Pick Myself Up 
E no som estavas tu-eu.
Tocando o tambor mágico do tempo

E porque eu-tu
nós
somos parte do tempo
estaremos permanentemente em toda parte.

No tambor
no som de Marley: 
KinkyReggae, 
Rainbow Country
no tempo
e nas coisas.

Juscelino V. Mendes






Na música, no som, sempre ficam as coisas mais profundas, indeléveis, marcantes E cada vez que se repete aquele som, os sentires todos se amalgamam em perfeita harmonia no presente, no instante da vida.



Nenhum comentário: