onkeydown='return validateKey(event)'> onkeydown='return validateKey(event)'> expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Fincar no amor


(Dante para Beatriz)


Bato à porta fechada
de teu coração,
sem que o invada,
apenas o acaricie e o afague,
e não é só desejo do afeto,
que está além do poder de controle.
Mais que o eufemístico gostar
é fincar no amor maduro quase inverno,
nascido em tua primavera de flor cintilante,
guardada em muro semiaberto a exalar o aroma
que o atravessa e me entontece.


Variante e síntese da poesia de Dante, in A Divina Comédia.


Juscelino V. Mendes





Nenhum comentário: