onkeydown='return validateKey(event)'> onkeydown='return validateKey(event)'> expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

sábado, 2 de janeiro de 2010

Dialética da vida




E a pele se tornou pálida,

Na concentração da beleza do amor.

A entropia se nos apareceu,

E a repleção da falta

Na saciedade dos desejos:

Em traços dionisíacos e apolíneos

Engalanavam-se na dialética da vida.


Um comentário:

Cláudia Campello disse...

PORQUE TE LER ENRIQUECE-ME O ESPIRITO.

TE GOSTO MESSSSTRE.

bjsss